Entenda porque as empresas aéreas cobram mais caro em uma passagem somente de ida

De acordo com estudo realizado pela BBC Mundo, as empresas aéreas buscam sempre ter uma margem de lucro na venda de suas passagens, mas o sentido de vender somente a ida de um trecho mais caro do que ida e volta, não fica restrito a isso. Há diversos fatores que influenciam no preço de uma passagem aérea. O maior custo está no combustível, os outros derivam de vários fatores como manutenção, custos operacionais, parcerias comerciais, etc.
Levando em consideração que um passageiro pretende somente ir ao seu destino, a empresa aérea não terá aquele passageiro em outro voo, o que resulta para a empresa uma passagem a menos. Seguindo esta lógica, a empresa irá cobrar um pouco mais deste passageiro, pois estará garantindo um lucro para o próximo voo. Esta taxa a mais geralmente é cobrada nas passagens compradas em véspera do voo, pois geralmente esta é comercializada para empresas, ou aqueles que necessitam de um voo urgente.

Mas não fique desanimado, quando se compra uma passagem com antecedência esta tende a sair mais barata, isso é porque as empresas planejam com maior antecedência o voo, o que ajuda a reduzir nos custos operacionais, como escala de funcionários, quantidade de peso para aquele voo, como também o combustível que irá ser gasto para aquela etapa. Então o segredo para uma passagem barata é comprar com antecedência, ou aproveitar as ofertas especiais das empresas.

No Brasil, é comum as empresas comercializarem passagens com baixo custo, como R$39,00 no trecho da volta. Isto é possível ao novo modelo da aviação, o “Low Cost” (baixo custo), aonde as empresas reduzem o custo operacional de um voo, como serviço de bordo simples, aeronaves com maior capacidade para passageiros, reduzindo o conforto e também uma abrangência maior de destinos regionais, conectados a grandes centros urbanos. Este novo modelo de aviação obrigou as grandes empresas baixarem os custos de sua passagem, formando assim a famosa, classe econômica, além do mais possibilitando a todos voar, tornando o mundo cada vez menor.

A GOL foi a primeira do Brasil a realizar o serviço Low cost. Hoje ela aprimorou os seus serviços, proporcionando mais conforto aos passageiros com baixo custo. Como exemplo a implementação do GOL +, aonde há um espaço maior entre as 7 primeiras fileiras de poltronas.

Esta estratégia de vender passagens mais caras para aqueles que querem somente a ida ou precisam comprar de ultima hora, é essencial para a permanência de uma empresa, tendo em vista que é um setor sensível a economia, é sempre bom ter um lucro a mais para se  sustentar nos momentos de crise.

O aeroporto de Juazeiro quando operava com duas empresas para Recife, chegou a ter passagens de R$60,00 por trecho.

A concorrência é outro fator muito importante para definir o preço de uma passagem. Quando um destino dispõe de diversas companhias para o mesmo destino, este tende a ficar mais barato. Isso é comum em capitais e raro em cidades do interior brasileiro, aonde geralmente apenas uma ou duas empresas operam a mesma rota.

 

Sobre Fernando Dias

Fernando Dias
Aluno de Piloto Privado de Avião, estudante de Geografia na Universidade Regional do Cariri. Nasceu em Barbalha-CE e atualmente mora na cidade de Juazeiro do Norte-CE.
  • Antonio Leonel

    Gostaria de uma opinião técnica sobre aviação, a futura CE-292 trecho Aeroporto Missão Velha tem o mesmo traçado da atual estrada vicinal para o sítio Gavião. Desta forma, a pista passará na cabeceira da pista do lado leste, o provavel adensamento urbano por conta da pista poderá impedir futuras ampliações do nosso aeroporto? Considero também perigoso o povoamento de areas de cabeceira de pista. O que este site especializado tem a dizer sobre o asssunto?